Ronaldinho, meu amor…

Veja bem, não tenho absolutamente nada contra jogadores de futebol, e acredito, sinceramente, que você seja uma pessoa linda por dentro, mas tenho certeza que minha cabeça está completamente fudida a partir do momento que sonho com você como amor da minha vida.

Sabe, trabalho para o Governo do Estado do Rio de Janeiro, e esta semana foi puxada, querido. Sou professora. Ah… sabia não? Pois é. A gente tá lá dando aula, não sei muito bem por que, não sei muito bem pra quem, não sei muito bem como. Se já não bastasse todos os problemas que temos, Governador agora mandou todo pessoal de “apoio” ir embora. Então, agora é noiz sozinho, tudo junto e misturado. Abriu a porta dos desesperados. Falta gente pra limpar, pra cuidar das crianças pelos corredores e pátio. Só não falta gente pra tomar conta da vida da gente, porque assim seria demais, né?

Há mais ou menos uns dois anos tô medicadinha. Aluno manda geral tomar no cu e quer mais que você, sei lá, morra. Mas Governador quer resultado. Vamu lá, galera! E não faz greve não, vagabundo. E não passa o moleque não, pra você ver só. A mãe quebra a escola, manda todo mundo se fudê e Governador tira (mais) seus direitos. Corna. Toma esse remedinho! Não infarta, não!

Amor, desculpa, mas queria ter sonhado com o Gianecchini. Desculpa mesmo? Sério. Você é uma pessoa linda, maravilhosa, e merece alguém que te ame de verdade. O problema não tá com você, tá comigo…

Deixa meu sonho, vai? Deixa outro amor entrar. Tô aqui só pelo dinheiro.

<3

Anúncios

2 comentários em “Ronaldinho, meu amor…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s