O problema da honestidade

Olha, não sou a favor da verdade-nada-mais-que-a-verdade. Mal educado aquele que diz o que quer, até porque, provavelmente não perguntei porra nenhuma. (Tô nessa vibe)

Não sei o que isso pode parecer, mas acho que verdade não é, necessariamente, honestidade. Não acho que devo dizer a verdade o tempo inteiro, mas ser integralmente honesto é fundamental. Longe de mim contrariar a bíblia, mas verdades precisam ser ditas quando solicitadas. No entanto, em qualquer tipo de relacionamento (com familiares, amigos, amores, vizinhos etc) honestidade é a base do entendimento. Se você tem algum problema com alguém (qualquer alguém!), seja honesto, converse. Não coloque o outro de castigo para ver se ele aprende e pensa no que fez. Peraí, né? Porra, fica fazendo terrorismo. E também não me venha cheio de verdades, porque eu também tenho as minhas. Vamos conversar.

Por outro lado, existe a ingenuidade da honestidade: “Enquanto eu estava aqui te esperando, tomei liberdade para ir ao seu banheiro, tá? Desculpa, você estava ao telefone, não quis te atrapalhar…”. Como é que eu ia saber que eu viraria a louca que vai ao banheiro dos outros sem avisar ANTES? É muita gente doida nesse mundo, gente. Você NUNCA vai imaginar que aquela pessoa não te atende mais, porque ela acha que você foi extremamente inconveniente em sua casa. Você vai pensar mil coisas, MENOS no dia que você foi ao banheiro.

Sou do tipo que se tenho essas neuroses aviso na primeira oportunidade. Claro que ALGUÉM vai se sentir ofendido, e vai me mandar uma foto de um banheiro que ela foi em PARIS, sem precisar avisar ANTES. Mas, por favor, palmas para ela, que ela merece. Pelo menos agora entendi por que não responde mais meus recadinhos no Facebook. Cada um com suas merdinhas, né? Vou respeitar.

Dia desses fui pregada na cruz por dizer a verdade. Sim, Jesus, entendo perfeitamente a sensação. Achei que estava sendo honesta, mas não estava não. Estava com um monte de “verdade” acumulada. Tudo que eu tinha vontade de dizer a respeito, eu disse. Ninguém me perguntou, mas eu disse. Em minha defesa digo que meu lado honesto não permitiu que eu desmentisse uma vírgula depois do estrago. Não sei se eu estava certa ou errada, mas não queria ter feito tanto estrago. Apesar de que, cá entre nós, achei muito barulho por nada.

Hoje li a frase: “Melhor levar um chute da verdade do que um abraço da mentira”. A primeira coisa que me veio à cabeça foi: dá para alguém me incluir FORA dessa?

Eu sei mentir também, e às vezes faço com mais frequência do que gostaria. Isso contradiz todo meu discurso? Não. Só fica paradoxal, porque sou honesta quando digo que sei mentir, e pratico, inclusive.

Sabe que estou começando a achar que eu seria uma boa advogada?

Anyway, o que a gente pode concluir com isso tudo? Honestamente? Me perdi no meu próprio discurso no meio do caminho. Isso tudo começou porque – metaforicamente falando –   me senti injustiçada por ter sido castigada por levar uma barra de chocolate para um Spa, e ter avisado na portaria. Porra, sacanagem. Eu estava sendo honesta… Não precisa revistar minha bolsa.

Droga.

Anúncios

Um comentário em “O problema da honestidade

  1. Então, é como ouvi uma vez: “Se a gente mente é mentiroso, se fala a verdade, é grosso”, rsrsrsrs. Não existe certo ou errado. Existe uma situação, sentimentos, momentos e cabe a cada um agir conforme manda o coração. Eu já fui de falar tudo o que me vinha à cabeça. Hoje o que me vem à cabeça eu passo pelo filtro do coração e vejo se é momento de falar ou não. Tem a ver com a pessoa que a gente tá lidando também. Se for amigo que eu considero de verdade, eu falo, explico e repito se for preciso. Se for um colega ou alguém por aí que eu nem conheço, tento ser educada (segundo a minha concepção de educação) e falo se sinto vontade, porque com pessoas que não se importam com vc, as palavras voam, só a atingem se ela tiver algum problema específico com vc ou estiver com algum problema que as suas palavras despertaram. Simples. Ou não. Rsrsrsrs. Bjs! Cris

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s