Let it be

Ontem uma amiga me ligou. Disse que ouviu Let it be, se emocionou e lembrou de mim.

Lá trás nos primórdios eu tinha uma lista de sonhos impossíveis, e um deles era ouvir Paul McCartney cantando essa música só para mim. Estaríamos numa sala linda, iluminada, ele no piano, e eu, inusitadamente, sentada num sofá.

Não lembrava mais desse sonho… E já tinha esquecido o quanto gosto dessa música.

Nunca mais tive sonhos impossíveis, e hoje, relembrando, percebo como fazem falta…

ps: enquanto eu assistia este vídeo me emocionei também. Chorei tanto, tanto, e nem consigo imaginar o porquê.

ps1: não entendo o que nos faz parar de sonhar.

Anúncios

4 comentários em “Let it be

  1. Eu tb sempre lembro de vc qdo escuto… :-)

    Aliás, acho que devia colocar Léribi de novo como título do blog (seja aqui ou lá). É a sua cara.

    ***

    By the way, vi outro dia um quadro de um programa (ou o programa mesmo, não sei) chamado Dani-se…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s