Não é o que não pode ser

Nós não somos o que somos. Somos o que podemos ser todos os dias. Lutamos contra nossa falta de paciência, nossa sinceridade exagerada ou como nos adequamos às pessoas. Seu vocabulário no trabalho não é o mesmo que você tem em casa que não é o mesmo que você tem com os amigos. Então, que língua você fala? Não posso dar uma porrada em alguém, quando me faz de idiota, quando me machuca. Não dá para dizer o que sente para todo mundo, por mais nobre, ou não, que este sentimento pareça. Dizer que ama nem sempre é libertador. Todos os dias lutamos contra sentimentos bons e ruins, porque sempre são equivocadamente direcionados.

Então eu pergunto: você pode ser quem você é ou você é o que pode ser?

Anúncios

2 comentários em “Não é o que não pode ser

  1. Já imaginou como seria bom poder dar umas porradas em quem nos machuca ou faz de idiota?!
    Pena que realmente não dá pra fazer tudo que a gente quer, do contrário o que ia ter gente com olho roxo por aí…

  2. eu não posso ser quem sou e menos ainda sou quem posso ser… e isso não é necessariamente bom ou ruim. Ou é? kkkkk

    filosofia de boteco do mais alto nível, hein loira?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s